25ago16 Chile Chile

Tierra Atacama – Um oásis no deserto

♥ GUEST POST ♥

Já imaginou passar uma lua de mel num resort espetacular no meio do deserto, com paisagens lindíssimas e todo o conforto que um casal em lua de mel merece?

Ingrid Bellas (que é minha amiga há mais de 20 anos) teve essa experiência maravilhosa e conta tudo aqui neste post! 😀


Tierra Atacama

Um oásis no deserto

As pessoas que me conhecem sabem que eu amo viajar, mas são poucas as vezes que fico em hotéis top… hotel não é meu foco em viagem. Mas, neste caso da lua de mel, o hotel teria que ter um destaque.

Quando estávamos decidindo o nosso destino, esbarramos com algumas restrições e, uma delas foi a distância. Meu marido (noivo na época) não queria algo muito longe como Tailândia ou Tahiti. Dito isso, ele me incumbiu da missão de escolher um local bacana. Como sou super fã de lugares inusitados, comecei a pesquisar pela América do Sul e esbarrei no Deserto do Atacama. Fuxiquei blogs de viagens, li e reli a respeito e, tomei a decisão… Íamos para o Atacama.

No Atacama, as opções de hotel não são muito vastas. Não existe um meio termo, ou você vai pra lá e fica em albergue ou então em hotéis com uma superestrutura. Logicamente, escolhi a superestrutura, afinal estávamos em lua de mel.

O Hotel de nossa escolha foi o Tierra Atacama. Um hotel super luxuoso, porém sem opulência ou cafonice.

tierra atacama

É um hotel que tem o sistema all inclusive, ou seja, relaxe e aproveite. E foi exatamente isso que eu fiz. Foi uma semana de aventuras, mimos e agrados.

Para chegar no Deserto do Atacama, precisamos pegar um voo até Santiago do Chile e depois um voo local até a cidade de Calama. Chegando em Calama, o hotel já havia mandado um carro nos buscar. De Calama até São Pedro de Atacama (cidade mais próxima ao deserto) dá aproximadamente 1 hora e meia de carro.

tierra atacama

tierra atacama

Já a paisagem neste trajeto de carro é de tirar o fôlego… literalmente. São Pedro de Atacama está há 2.500 metros acima do nível do mar. Mas não se preocupe, o carro é equipado com água para você se sentir melhor caso sofra do mal da altitude (muita gente mastiga folha de coca para melhorar – é permitido 🙂 ).

tierra atacama

Ao chegar ao hotel fiquei logo impressionada… ele é um Oásis no meio do Deserto. Lindo, aconchegante, com uma lareira central e mantas de alpaca por todo o lado. O clima no deserto geralmente é muito quente de dia e muito frio à noite, por isso eles precisam estar preparados para tudo.

tierra atacama

tierra atacama

tierra atacama

Na recepção do hotel, após um check-in rapidíssimo, fomos levados a um lounge com um grande mapa do deserto. Lá uma gerente do hotel tenta traçar nosso perfil como viajantes para, então, estabelecer o tipo de passeio que nós iríamos fazer. Nada era obrigatório, mas como fechamos pelo sistema all inclusive, assim como as bebidas e refeições, os passeios também estavam incluídos.

tierra atacama

As perguntas giravam em torno do nosso preparo físico… se gostávamos de caminhadas, bicicleta ou se preferíamos carro… se gostávamos de aventura ou apreciar a natureza, enfim, perguntas sobre nosso estilo de vida e de turismo. Traçado nosso perfil, o hotel se incumbiu de preparar os passeios. Lá os passeios podem ser de meio dia ou dia inteiro e, todo dia à noite é colocado um quadro negro indicando os passeios e quarto do casal ao lado.

tierra atacama

Existe uma infinidade de passeios e você irá escolher o que mais te agrada. Como não somos um casal muito fitness, optamos por passeios de carro, e todos os passeios que fizemos fomos de carro até lá. Os tours são feitos por no máximo 4 casais por grupo, o que torna a experiência agradável e bem reservada. Tanto nos de meio dia quanto do dia inteiro, sempre o guia junto com o motorista montam um piquenique com o melhor da culinária chilena… salmão, vinho, queijos, tudo maravilhoso para abrir o apetite.

Eu já havia feito uma pesquisa antes e já tinha em mente os que eu gostaria de fazer, mas existe desde trilhas pelo vale da morte até apreciar os pássaros (acredite, tem gente que opta por este passeio). Escolhemos os que não exigiam tanto esforço físico – estávamos em lua de mel e não na maratona – e que pudéssemos apreciar o que o Atacama tinha de único.

Nossas escolhas foram: Vale da Morte, Vale da Lua, Salar do Atacama (na Reserva Nacional dos Flamingos), Termas de Puritama, Lagoas Antiplanicas, Laguna Cejar, Tatio (este não conseguimos fazer devido ao clima). Difícil dizer o mais incrível, mas deixo aqui a foto do por do sol mais bonito que já vi na vida no Salar do Atacama. Num próximo post irei contar sobre cada um dos passeios!

tierra atacama

tierra atacama

Simplesmente não tem como não amar a forma maravilhosa como o Tierra Atacama trata seus hóspedes. Como a região é muito seca, afinal se trata de um deserto, a maioria dos alimentos vem de cidades próximas, porém no Tierra Atacama eles têm sua própria horta, vinhedo, oliveiras… tudo cuidado com irrigação e servido fresquinho.

tierra atacama

Quartos do Tierra Atacama.

tierra atacama

Aliás, o restaurante do hotel é um show à parte. Uma comida mais maravilhosa do que a outra e tudo gourmet. Parecia que estávamos no restaurante mais chique de São Paulo. Sempre com 2 opções de entrada, prato principal e sobremesa, posso dizer que a comida de lá é sensacional… isso sem falar nos azeites. Ficamos tão impressionados com o azeite que antes de irmos embora perguntamos o nome e o garçom do hotel veio com um vidro de azeite de presente.

tierra atacama

tierra atacama

tierra atacama

A bebida também é liberada o dia todo, e não há nada mais maravilhoso do que sentar à beira da piscina e beber um pisco sour (bebida típica do Chile). Por falar em piscina, no Tierra Atacama existem 2 piscinas, uma interna no SPA (aquecida) e outra externa, além de uma infinidade de ofurôs espalhados pelo terreno. A medida que você caminha pelo terreno do hotel, você encontra um ofurô… é só encher, relaxar e aproveitar a vista do vulcão.

tierra atacama

tierra atacamatierra atacama

tierra atacama

tierra atacamatierra atacama

Vale ressaltar que no hotel somente 2 itens não estão inclusos no sistema all inclusive: o SPA e a lojinha. Como estávamos em lua de mel, ganhamos uma massagem no SPA – excelente por sinal. A lojinha do hotel vende itens como temperos chilenos, azeites, vinhos, livros e até blusas do hotel. Nós compramos um tempero delícia, mas azeite e vinho deixamos para comprar em Santiago na volta.

Os quartos são clean e aconchegantes. Ficamos em um com varanda toda feita de barro que se mistura com a paisagem local com vista para o vulcão. No banheiro tem 2 chuveiros – um fechado e outro a céu aberto (fico devendo esta foto). O único porém do quarto é que não tem televisão. Em um primeiro momento pensei que fosse ter dificuldade pra dormir, pois eh um mau hábito que tenho, mas isso não atrapalhou em nada nossa estadia. Outro ponto que vale ressaltar eh a dificuldade com telefone e internet. Não podemos esquecer que estamos no meio do deserto e às vezes ficávamos sem sinal.

Outra coisa deliciosa de se comentar são das amenidades do banheiro. Roupões e pantufas fazem parte de um bom banho, além claro dos shampoos feitos de azeite de oliva… pense numa coisa maravilhosa e cheirosa – trouxe vários para casa.

tierra atacama

Eu realmente me impressionei com a estrutura do hotel, com o serviço impecável, com a hospitalidade chilena… o dia de partida era também o dia do meu aniversário e, o chef do restaurante sabendo disso preparou um bolo especialmente para mim…

tierra atacama

Não tem como não amar!! Amamos tanto que temos a certeza que voltaremos ao Atacama e, quando formos visitar a Patagônia, ficaremos no hotel Tierra Patagonia.

Uma experiência inesquecível para uma data inesquecível!

* Todas as fotos pertencem ao acervo pessoal da autora do post.


Gostou do post? Deixe seu comentário!

Você vai gostar também de:


postado com por

8 comentários

veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

8 Comentários

  • Thaís Thomazini
    25 ago 2016

    Humm que lugar interessante…
    Não estaria no topo da minha lista pra lua de mel, mas depois de ler o post, achei interessante a ideia (depois que arrumar o noivo, lógico! Rs).
    Lindas fotos, um ótimo lugar pra se aventurar e ter também sua hora de descanso.
    O hotel parece bem confortável!
    Ótimo post, parabéns!
    Abç,
    Thaís Thomazini.

    • Flávia March
      26 ago 2016

      Oi, Thaís!
      É uma escolha com um quê de exótica, né?
      Achei maravilhosa a ideia de passar uma semana num lugar paradisíaco assim…
      Agora estou ansiosa pelo post dos passeios rsrs. Aguarde porque eu vou cobrar da minha colaboradora! hihihi
      Viajar é tão maravilhoso…
      Bjkas!

  • Marcela Machado
    25 ago 2016

    Amei o post e o hotel!!!! Voto em Ingrid como colaboradora permanente do blog!

    • Flávia March
      25 ago 2016

      Vamos fazer uma parceria. Aguarde!
      Amo meus colaboradores! 💕

  • Christiana
    25 ago 2016

    Adorei!!!!!! Se eu já queira ir pra lá, agora então… Só está difícil a parte de convencer o marido, que não é muito de contemplar a natureza. rs
    Vou mandar o link pra ele. Quem sabe… 😉
    Bjssss

    • Flávia March
      25 ago 2016

      Ver o por do sol lindo, ficar no ofurô, tomar um pisco apreciando a vista do vulcão. Quero outra vida não!
      😄
      (aguardando nosso post das Maldivas kkk)

  • ingrid bellas
    25 ago 2016

    Eeeeee, ficou lindo!!
    Foi uma delicia escrever esse post para voce e seu blog que eu AMO!!
    bjooo

    • Flávia March
      25 ago 2016

      Obrigada pelo post lindo!! 💕