Costa da Califórnia! De San Francisco a Los Angeles.

Pacific Highway

Uma das estradas mais belas do mundo

 

costa da california A Pacific Highway – ou Highway 1 – é a famosa estrada que liga San Francisco a Los Angeles. Um dos cenários mais lindos dos Estados Unidos, pode ter certeza!

Quando resolvi fazer essa viagem de carro pela Costa da Califórnia, duas perguntas principais me vieram à mente (além da básica “como fabricar dinheiro para fazer tudo que eu gostaria”):

  1. Quantos dias para contornar a costa?
  2. Onde se hospedar?

Resolvi fazer esse post tentando responder essas duas perguntas da melhor forma possível, pois foi algo que senti falta nas minhas pesquisas antes de ir. Eu vou te contar o que fiz o que eu faria após a minha experiência. 😉

costa california
Enquanto isso, você vai entrando no clima…

 Quantos dias para contornar a costa?

Nossa, esse foi o grande dilema dessa viagem! Você deve levar em consideração principalmente algumas questões, como:

Quantas pessoas irão dirigir durante o trajeto?

No meu caso, viajamos em 5 pessoas com dois motoristas alternando. O trajeto é grande e cansativo, portanto, leve isso em consideração ao definir a quantidade de dias. De qualquer forma, faça o roteiro com a melhor folga possível.

  • Sempre tenha um plano B. Preocupe-se antes da viagem, para não ter que se preocupar durante seus dias tão esperados.
Pacific Highway
Pescadero.

Quais são as cidades imperdíveis?

Depois que você pesquisa sobre as cidades, fica mais fácil calcular o seu tempo ideal em cada uma delas. Como já é de praxe aqui no blog, fiz um mapa para exemplificar melhor.

Marquei os lugares que eu daria uma atenção especial, partindo de San Francisco até Los Angeles. Entre eles são vários os pontos e mirantes com vistas lindas de fazer cair o queixo!

Monterey, Carmel, a região de Big Sur, Solvang, Santa Bárbara e Santa Mônica são realmente imperdíveis. Confere só a localização:

Gosto sempre de frizar que tudo depende do interesse de cada um. Mas existe um tempo mínimo necessário para você fazer esse passeio aproveitando os pontos, mirantes e descansando, pois isso também engloba a sua própria segurança.

costa da california 3
Pra relaxar e admirar…

E, então, qual seria esse mínimo necessário?

Eu separaria pelo menos 3 noites para dormir nas cidades de Monterey a Santa Mônica.

Nós fizemos o seguinte: Passamos 5 noites em San Francisco e partimos para fazer a Higway 1, dormindo uma noite em Monterey e uma em Santa Bárbara, até que chegamos a Los Angeles (onde ficamos 3 noites).

Achei pouco apenas 2 noites pela costa, se eu pudesse voltar faria diferente (comprando as passagens em 3, 2… acabou o dinheiro! haha).

  • Tente comprar as passagens já tendo o roteiro definido, facilita bastante, porque você não fica “preso”.
  • Algumas cidades fecham as portas do comércio por volta das 17h, como por exemplo Carmel e Solvang. Para evitar frustrações, planeje seu roteiro levando esse fato em consideração.
Solvang California
Solvang – que amor.
Onde se hospedar?

Existe uma diferença de valores das diárias considerável dependendo da cidade, porém esses são os 3 lugares que eu mais consideraria parar para dormir:

  • Carmel – Dormimos em Monterey, mas hoje eu escolheria Carmel (a não ser que o seu roteiro tenha tempo de sobra para conhecer esse encanto de cidade).
  • Big Sur – é uma região bem central no trajeto e uma área lindíssima com muitas opções de lazer, trilhas e vistas incríveis.
  • Santa Bárbara – a maior surpresa da minha viagem. 😉
sta barbara ca
Santa Bárbara – tem post exclusivo no blog!

E qual seria a perfeição?

Bom, fora morar em qualquer um desses lugares haha, seria poder dormir 4 ou 5 noites pela Costa.

Mas será que você concorda comigo?

Separei o post em trajetos e cada um deles tem um mapa, porque acho que assim ajuda a calcular o tempo (no mapa está somente o tempo médio que se leva de uma cidade a outra, sem contar o tempo de parada em cada lugar, claro).

Bora passear?!

😀

De San Francisco a Monterey

Na primeira parte da nossa viagem, fomos a Vegas claro que nos excedemos nas compras por lá, porque não temos maturidade… 😛

Em seguida, foi a vez de San Francisco (post aqui) e, como falei acima, passamos 5 noites maravilhosas por lá!  

Éramos 5 pessoas dividindo o mesmo carro, ansiosos pelo passeio da costa, já com muitas noites de viagem na bagagem (literalmente)!

O resultado? Sente o drama…

San Francisco
Não me pergunte como conseguimos.

Alugamos o carro em uma empresa que não curtimos tanto, demorou mais de uma hora para conseguirmos pegá-lo. Então, seguem as dicas:

  • Se a sua viagem for feita com dois motoristas alternando a direção, tenha atenção com a quantidade de malas e o carro que você vai alugar.
  • Eu gosto da empresa de aluguel de carros Alamo. A logística para pegar o carro é rápida e nunca tive maiores problemas. Não é barata, mas pense que o barato pode sair caro, ainda mais se o tempo estiver contando em dólar…

Já no início do trecho, entre San Francisco e Monterey, as paradas já mostram o que está por vir.

costa da california
Desbravando Pescadero.
costa california
Primeira parada em Pescadero.
costa california
Segunda parada: Pigeon Point Lighthouse. Foto: Del Rei (maridão).

A maioria das fotos foram tiradas com a câmera do celular, mas rola de investir numa câmera mais “profissa” para bater fotos dessa viagem. Como você vai estar de carro, nem vai ficar carregando o peso muito tempo. 😉

Conhecendo Monterey

MontereySaímos bem cedo de San Francisco em direção a Monterey, onde reservamos o nosso hotel. Iríamos apenas deixar as malas, e então partir para nossa visita a Carmel – vizinha de Monterey.

No dia seguinte, nossa viagem seria até Santa Bárbara, ou seja, haveria muita estrada pela frente (e muitas vistas incríveis para conhecer), e aquele era o tempo que tínhamos para conhecer Carmel. Mas antes vou contar como foi meu tempo em Monterey. 🙂

A rua turística principal de Monterey é a Cannery Row, com bares, restaurantes e lojas. Acabamos chegando bem no fim da tarde em Monterey e preferimos conhecer o Old Fisherman´s Warf.

Monterey

Esse píer antigo tem vários restaurantes de frutos do mar e também muitas lojinhas: de doces, gifts e até jóias em prata. Uma gracinha o lugar, tiramos muitas fotos, visitamos algumas lojas e deu para sentir um pouco o ar de Monterey.

O estacionamento era gratuito por meia hora, havia uma placa nos informando, e como não íamos demorar muito, resolvemos estacionar.

  • Tenha em mente que você realmente só pode estacionar gratuitamente por meia hora, nem um minuto a mais, ok? Atrasei 2 minutos e minha amiga levou uma bronca por minha causa (sim, eu também conto os podres aqui hehe).

Monterey

  • Aliás… A polícia parece “brotar do asfalto”, sério. Nós paramos na estrada (não lembro o trecho) quando avistamos um toilete e ficamos com o pisca alerta ligado. Apareceu na hora um policial para falar com a gente, que nos deixou ficar ali porque prometemos não demorar muito.

Monterey também tem um aquário muito famoso, o Monterey Bay Aquarium. Vendo fotos na internet eu acabei me arrependendo de não o ter colocado no roteiro.

O site da cidade é bem completo e nele você tem acesso aos diversos tours que podem ser feitos por lá. Quer passear de barco para ver baleias? Em Monterey isso é possível! 😀

De Monterey a Carmel

Saindo de Monterey, tendo como ponto de referência o Monterey Bay Aquarium, seguimos em direção à Pacific Grove e pegamos a 17 Mile Drive, que diziam ser o caminho mais bonito para se chegar a Carmel.

costa california
Foto Renata March.
  • Colocando no Google Maps a rota “Monterey – Carmel” não aparece o caminho que passa por toda 17 Mile Drive. Marcando os pontos do mapa acima fica mais fácil conseguir acesso pela via beirando a costa. Perdemos um tempo para conseguir traçar a rota no Maps, então já passo a dica aqui. 😉

Confesso que, mais do que a praia, eu gostei das casas que encontramos pelo caminho:

17 Mile DriveA região nos remeteu aos cenários de “Crepúsculo” e “Vampire Diaries”, para quem curte seriados. 😉

Carmel para apreciar

Chegamos numa das cidades que eu mais amei conhecer! Carmel é tão linda, mas tão linda, que eu fiz um post especial só dela! ⇓

Carmel – Um paraíso beirando a Pacific Highway

DSC_14640O por do sol em Carmel é um espetáculo à parte. Qualquer que seja o seu roteiro, vale esperar para admirar essa beleza…

Por do sol em Carmel

Confere lá no post e depois me conta se Carmel não parece uma cidade de mentira! ♥♥♥

De Carmel a Big Sur

Atenção: No ano de 2017, alguns trechos da HW1 estão interditados.

Para informações sempre atualizadas, acesse esse link.

O trecho que vai de Carmel até a região de Big Sur é um festival de paisagens lindas pela Pacific Highway!

  • Vale repetir: Não esqueça de contar esse tempo das paradas quando for elaborar seu roteiro.

Três paradas especiais bem próximas são as da Rocky Creek BridgeBixby Bridge e Huricane Point. Nesses pontos, a cor da água é muito linda, uma beleza sem fim!

Fiquei meio sem palavras, então vou deixar você admirando umas fotos:

costa california
Rocky Creek Bridge.
Pacific Higway
Olha a cor dessa água! Vista da Rocky Creek Bridge.

costa california 8

Pacific Highway

Chegamos em Big Sur e fomos almoçar no lindo restaurante Nepenthe. Ele também tem vistas de tirar o fôlego! Amei!

  • Chegue cedo, por volta de 11:30, se quiser conseguir sentar num lugar bacana para curtir o que ele tem de melhor: A vista!
nepenthe big sur
Vista do restaurante Nepenthe.

Que tal sentar para tomar um drink apreciando essa beleza de paisagem?

Nepenthe0Nepenthe4Pedimos um vinho branco da região de Napa Valley para acompanhar nossos pratos. Que delícia almoçar nesse clima, com essa vista, na Califórnia e só com pessoas queridas! 🙂

Se saudade tem nome, esse nome é Califórnia…

Nepenthe Big Sur
Assim que chegamos, às 11:30.
Nepenthe Big Sur
E quando saímos, com restaurante já cheio. Mas você pode aguardar a mesa apreciando a vista também. Só não deixe de ir!

Endereço: 48510 Highway One, Big Sur, California.

Uma dica de hospedagem em Big Sur é certamente o Post Ranch Inn, que é lindo e também tem uma vista maravilhosa! (clique aqui para ver!)

  • É também uma excelente opção de almoço ou jantar, mesmo que você não esteja hospedado. O horário de almoço é a partir de 12:15 e vai até 15h, e o jantar de 17:30 até 21h. Importante: Fazer reserva!

Não acabou não! Olha o que ainda está por vir:

costa california
Big Sur – Elefantes marinhos esbanjando a vida que eu queria ter.

De Big Sur a Solvang

Continuando a rota pela Highway 1 na região de Big Sur, outra parada obrigatória é uma praia com cachoeira que fica no Julia Pfeiffer Burns State Park. Não conseguimos conhecer, morri e voltei mil vezes.

  • Inclua a praia Julia Pfeiffer no seu roteiro!!

Aliás, a beleza de toda essa região é impressionante!! Beirar a costa do Pacífico foi uma das viagens mais incríveis que eu fiz na vida. Nunca vou esquecer…

Outra parada indispensável é a Elephant Seal Vista Point. Nela você pode observar centenas de elefantes marinhos!

Big Sur
Foto Renata March.

Nessa mesma parada, também interagimos com essas coisinhas fofas aqui:

costa california 3

Depois de um bom tempo curtindo os esquilinhos, surgiu uma guarda que nos alertou a não encostar nos bichinhos. Ela disse que eles eram uma praga naquele lugar, pois transmitiam doenças sérias. Duas crianças foram mordidas e estavam em estado grave no hospital.

Ok, fiquei meio impressionada, principalmente porque o dedinho da foto era o meu rs! Passei uma hora preocupada me imaginando no hospital gastando o seguro saúde. Mas depois relaxei. 🙂

Ah, são lindos, vai…

costa california 2
Fofura da tia!

Passamos por Santa Maria, uma cidadezinha típica de subúrbio americano (quase “Desperate Housewives”), com ruas e mais ruas de casas fofas bem parecidas, e enfim chegamos a Solvang!

Solvang
Parece a Holanda, mas é Solvang. 🙂

Solvang

De Solvang a Santa Bárbara

Solvang fica localizada no Condado de Santa Bárbara. A cidade teve uma colonização dinamarqueza e é uma graça!

Solvang

Chegamos em Solvang bem no fim da tarde e, infelizmente, grande parte do comércio já estava fechado. Por sorte, conseguimos um lugar encantador para comer e descansar um pouco: o Succulent Cafe.

succulent cafe solvang
Succulent Cafe
Solvang
Convidativo, não? 🙂

Como descansar um pouco significa relaxar, nada melhor do que uma pizza com espumante para comemorar a linda viagem percorrida até aqui!

solvang ca
Ah, Solvang…

Nossa próxima hospedagem estava reservada em Santa Bárbara, por isso ainda tínhamos um pouco de estrada pela frente. Nos despedimos de Solvang e fomos em direção a uma das cidades que eu mais curti de toda costa da Califórnia.

Claro que Santa Bárbara mereceu um post especial, né? Não leu ainda? Eu te ajudo! ⇓

Santa Bárbara – A Riviera Americana
paseo nuevo
Santa Bárbara!

De Santa Bárbara a Los Angeles

com parada no Píer de Santa Mônica

Saímos de Santa Bárbara depois do almoço em direção ao tão famoso píer de Santa Mônica. No caminho, passamos por Malibu e erramos o trajeto, indo parar numa estrada passando entre os Canyons de Malibu, muito bonita por sinal.

O mais impressionante foi presenciar os carros num cruzamento engarrafado. Eles iam alternando a “vez”, automaticamente, passando um carro de uma pista, aí o outro da outra pista, e assim sucessivamente. Tô acostumada com isso não…

Chegamos em Santa Mônica, cidade que fica no Condado de Los Angeles, para visitar o tão famoso píer. Vou ser bem sincera, o píer em si não me agradou tanto, mas a vista…

Santa Monica 2

Interessante foi ver um casal num brinquedo do píer que eu não entrava nem se me dessem um milhão de dólares! Não, mentira… Um milhão de dól… Ok, aceito “devolver todo o almoço” por uma boa causa! 😛

Você entrava num “carrinho” que ficava girando sem parar, como uma roda gigante, mas o próprio carrinho também girava 360 graus…

SantaMonicaCollage
Roda gigante e a vista. Nessa eu iria. 😉

Em seguida, fomos para o nosso hotel na cidade de Los Angeles.

Tenho certeza que você se encantou pelo passeio e espero que agora tenha uma noção melhor de como organizar o seu roteiro. 🙂

E se você já conhecia esse trecho lindo do Pacífico, espero que tenha relembrado os momentos gostosos que viveu!


Curtiu o post? Você também vai gostar de ler:


 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*