06jul16 Gastronomia Gramado

Os melhores (e mais lindos) restaurantes de Gramado.

Bouquet Garni

Cozinha Mediterrânea e Fondue
bouquet garni gramado

Ambiente especial no deck à beira do lago.

O Bouquet Garni é um sonho…

Se você acompanha os posts aqui do blog, já deve ter percebido que eu amo programas gastronômicos. Nem tenho um paladar muito apurado, inclusive não como nada do mar, só como carne bem passada, ou seja, só isso já me limita bastante.

Então, o Bouquet Garni não é exatamente o lugar mais apropriado para o meu paladar, porque tem muitos pratos com frutos do mar e carnes exóticas no cardápio, como javali, codorna, cordeiro. Mas, certamente, ele é o mais lindo restaurante que eu já conheci.

Sério, já fui a muitos restaurantes bons na minha vida, mas nenhum deles tão encantador quanto o Bouquet Garni. Sou o tipo de pessoa que valoriza toda experiência gastronômica, gosto de degustar o momento, a conversa, uma vista…

Por isso, sou capaz de ir a Gramado só pra ter o prazer de tomar um vinho lá.

IMG_1230

O charme da decoração

O Bouquet Garni é todo decorado em estilo provençal, com um toque bem refinado. A iluminação é super romântica, perfeita para ocasiões especiais. Ela fica mais evidente à noite, mas almoçar lá também tem seu charme.

A casa é toda envolvida por paredes de vidro e tem um deck convidativo à beira do Lago Joaquina Rita Bier, onde ficam as mesas mais disputadas do lugar. É sempre recomendável fazer reserva, mas já fui sem ter feito também. Não sei se prefiro almoçar ou jantar lá, acho que cada horário tem seu encanto.

Você ainda pode reservar uma mesa no Natal e Reveillon, quando os menus são especialmente elaborados para essas datas. Inclusive, pode assistir a um dos espetáculos de Natal do deck do restaurante!

O hall do banheiro é algo quase inexplicável haha. Fico me perguntando como um banheiro de um restaurante pode ser tão lindo. Dá vontade de morar nele!

bouquet garni gramado

Só me largar aqui que eu fico.

Os abajours nas mesas dão um toque de aconchego, juntamente com o papel de parede e o mobiliário inspirador. Tá bom, Flávia, mas e a comida? Afinal de contas, eu não vou comer a cadeira, né?

Bom, ela é tão linda que dá sim até vontade de comer! hahaha Mas tudo bem, vamos ao que também interessa, os pratos! 😀

Entradinhas e Prato Principal

O cardápio possui entradas deliciosas. Dessa última vez, experimentei  o “bouquet de verdes com queijo camembert grelhado recheado com passas ao conhaque”.

  • Bouquet de verdes nada mais é do que um nome fofo para uma saladinha bem apresentada, ok? rs. E queijo camembert sozinho já é um espetáculo, mas grelhado e recheado com conhaque… Não sei descrever. 😛

Como prato principal, escolhi um “tornedor de filé com fondue de brie, batata gratinada e crisps de alho poró.” Felipe foi de “medalhão de filé com risoto de queijo branco e molho rosado de nata”.

  • Quer ver fotos dos pratos? Acesse.
bouquet garni gramado

Ambiente inspirador num restaurante dos sonhos.

Fomos bem conservadores nos pedidos, já que o cardápio possui uma variedade grande de carnes exóticas. Em outra ocasião, experimentei o fondue suíço (queijos emental e gruyere), que achei bom, mas sendo bem sincera esperava um pouco mais. 😉

  • Ambos os fondues de queijo são servidos com pães, batatinha calabresa, brócolis e goiabada. Tem também a opção de fondue de massdam, com queijo holandês e roquefort.

Minha amiga Lu Hazin, que é chef de cozinha, fez um post contando a experiência dela com o Menu Confiance do Bouquet Garni. Muitas fotos lindas com belas explicações dos pratos! Paladares apurados são outra coisa, né rs.

Ah, a sobremesa…
bouquet garni gramado

Ok, só a louça utilizada já me faz amar a sobremesa hahaha.

Num lugar como o Bouquet Garni, eu pre-ci-so ter a experiência completa, e claro que isso inclui a sobremesa (ok, uso isso como desculpa).

creme brûlèe, uma das minhas sobremesas preferidas, está presente no cardápio em versões “alternativas”, como a versão com amarula ou até de doce de leite, que foi a minha escolha pois a bebida estava em falta.

Morri e voltei mil vezes.

Um café e a conta

bouquet garni gramadoPara finalizar, um cafezinho, claro! Ele vem assim, sem firulas mesmo.

Eu acho que poderia ter uma firulinha… Porém, com toda apresentação e cuidado no preparo de cada prato, a gente dá um desconto. E falando em desconto, a conta! (Sem descontos hehe).

  • Não, os preços não são tão acessíveis, mas do jeito que as coisas andam caras, acho que vale cada centavo pelo carinho no preparo dos pratos, desde a entrada até a sobremesa.

Eu gosto dessas sutilezas, como quando recebi um pãozinho de nozes da casa na saída, embrulhado como se fosse um bem casado. Era minha primeira vez lá e achei de uma delicadeza sem fim.

♥ É ou não é um amor esse restaurante? ♥

 Höppner

Cozinha Alemã
Hoppner restaurante gramado

Lindo e aconchegante. Foto: Carlos Frederico March.

Atendimento sem igual

Nas 3 últimas vezes que fui a Gramado, fiquei hospedada no Hotel Ritta Höppner, que é o hotel que eu indico a qualquer pessoa que me peça dicas de hospedagem em Gramado. E isso acontece com frequência, porque meus amigos já conhecem meu amor doentio pela cidade.

Ou seja, desde que me hospedei em Gramado nesse hotel, nunca mais consegui escolher nenhum outro lugar para ficar. Ouso dizer que, às vezes, me dá vontade de ir a Gramado só para ter o prazer de me hospedar no Ritta Höppner.

Lógico que um hotel com funcionários tão atenciosos não poderia deixar de ter um restaurante à altura. Eu diria que o Restaurante Höppner (antigo Otto) tem o melhor atendimento de Gramado.

É praticamente impossível alguém ter tido uma experiência diferente lá, os atendentes são de uma gentileza sem igual.

Decoração encantadora

A decoração também é muito linda, com iluminação aconchegante e uma trilha sonora sempre no volume perfeito. Dá pra passar horas ali esquecendo da vida… E bebendo um vinho… Não necessariamente nessa ordem rs.

Hoppner - Gramado

Sim, eu amo sousplat. E vinho.

O Restaurante Höppner possui dois salões finamente decorados nos mínimos detalhes, e muitos casamentos e aniversários já foram realizados nele. Para esses eventos, o hotel também disponibiliza o lindo gazebo que fica localizado em sua área externa.

O melhor do cardápio

Aos finais de semana, o Restaurante Höppner oferece um rodízio de comida alemã, que é a especialidade da casa e está presente nos demais dia a la carte. Mas, o cardápio conta não somente com a culinária típica alemã.

Um chá da tarde é servido diariamente no restaurante e tem o melhor apfelstrudel que já comi na vida, servido com creme de nata! Também é servido chá quente natural, gelado, chocolate quente, café com leite, tortinhas doces e salgadinhos variados.

chá da tarde hoppner

  • O chá da tarde é cortesia diária para os hóspedes do hotel, mas você também pode experimentá-lo mesmo sem estar hospedado lá. Para valores e horários, acesse o site.

Um dos melhores pratos na minha opinião é o delicioso creme de batatas, servido com bacon e torradinhas. Sempre peço pelo menos um dia quando estou por lá. Essa foto foi da minha última viagem a Gramado, e só de olhar me dá uma saudade sem tamanho…

Hoppner - Gramado

As sobremesas do Restaurante Höppner também são deliciosas. Dessa vez, resolvi provar uma mousse tradicional de chocolate. Tem aquela consistência perfeita, sabe?

Hoppner - Gramado


Delícia de mousse em diferentes ângulos.

Eu me sinto em casa no Restaurante Höppner. Aliás, eu me sinto em casa em qualquer ambiente do Hotel Ritta Höppner.

Sou fã mesmo, porque a melhor coisa é você ser tratado de forma tão carinhosa nos momentos mais especiais da sua vida.

♥ E quem não gosta de ser bem tratado? ♥

Cantina Pastasciutta

Cozinha Italiana

cantina pastasciuttaJá comentei em outros posts aqui do blog o quanto eu amo comida italiana. Sou meio alucinada troco tudo por uma massa, então sempre procuro restaurantes italianos interessantes para experimentar. 😀

A Cantina Pastasciutta é uma típica cantina italiana, com decoração diferente e temática. Você se sente na Itália lá! Tem bandeira do país em tudo que é lugar, e o que acho mais legal são as panelas utilizadas como lustres!

pastasciutta

Decoração temática do Pastasciutta.

pastasciutta5

Cantina Pastasciutta.

A Itália em Gramado

Mas não é só a decoração que chama a atenção no local, e sim as massas com aqueles molhos suculentos em porções generosas. Elas servem de 2 a 3 pessoas em geral, mas podem vir em porção individual (geralmente, nesses casos, é cobrado 75% do valor).

Confesso que não gosto muito de restaurantes barulhentos, e dependendo do horário que você escolhe ir, não há como fugir do barulho. É aquela coisa bem italiana mesmo, famílias enormes com gente falando alto, um restaurante ideal para ir com a família toda.

  • A fila de espera costuma ser grande, então um conselho que dou é ir em horários alternativos. Você não vai ter que esperar muito por uma mesa (quem sabe nem vai precisar esperar), e certamente o atendimento também vai ser melhor. 😉
Cantina Pastasciutta

Repare nas massas abaixo do vidro. Legal, né?

Coisa de quem tem o dom

Um fato interessante é que os donos da Cantina Pastasciutta são também donos de outros restaurantes maravilhosos em Gramado, como por ex o Bouquet Garni! Ou seja, a família entende do negócio. 😉

Olha a listinha de outros restaurantes deles, todos muito bons:

  • Il PiacereCarnes de qualidade e gostosas pizzas preparadas em forno à lenha. Porém, confesso que já gostei mais de lá;
  • Bistro Brillat – Fica na Rua Coberta e tem música ao vivo – e aquelas cadeirinhas charmosas cobertas com pelinhos;
  • Divino O mais novo e também tem música ao vivo (a decoração é mais moderninha).
cantina pastasciutta gramado

Um olhar noturno da Cantina Pastasciutta.

♥ A melhor escolha para ir com toda família. ♥

É claro que eu vou manter a tradição e deixar o mapinha com o endereço dessas delícias:

Pronto! Agora é só comprar a passagem e ir conhecer os melhores – e mais lindos – restaurantes de Gramado. Se puder me levar junto, tô aceitando, viu?! 😛



Gostou do post? Deixe seu comentário.

Você também vai gostar de:

postado com por

38 comentários

veja também esses posts relacionados:

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário

38 Comentários

  • Debora
    14 dez 2016

    Fiquei enlouquecida na tortinha de morango!

    • Flávia March
      16 dez 2016

      😍😋😃

  • Ana Coutinho
    10 dez 2016

    Tudo lindo e encantador mesmo. Decoração e sobremesas que me deixaram com vontade de conhecer. Parabéns pelo post 🙂

    • Flávia March
      11 dez 2016

      Decoração encantadora, né?
      Para ocasiões especiais.

  • Viajando na Janela
    10 dez 2016

    Cada sobremesa mais linda que a outra! Ai fica difícil manter a dieta haha

    • Flávia March
      10 dez 2016

      Dieta em Gramado é algo impossível haha!

  • Ana Carolina Miranda
    10 dez 2016

    Jà vi que vou passar bem em Gramado. Estou planejando visitar a cidade e suas dicas já estão anotadas. Amo frutos do mar, acho que o Bouquet Garni será uma boa pedida!

    • Flávia March
      10 dez 2016

      Vai passar bem mesmo! 😂
      Ô lugarzinho bom pra comer!
      Qualquer um dos 3 restaurantes é delicioso. 😉

  • Que tudoooo!! Eu amo Gramado e você arrasou nesse post. hahaha! Parabéns 🙂

    • Flávia March
      10 dez 2016

      Haha brigadaa!
      😄😄😘

  • Confesso que não curti muito Gramado (fui no calor, no inìcio de janeiro. Acho que escolhi uma péssima época), mas se tem algo que a cidade sabe fazer, é nos deliciar com seus restaurantes.

    Nao fui em nenhum desses de tua lista, mas adorei o rodizio de galeto do Nonno Mio e da Casa di Paolo!

    • Flávia March
      10 dez 2016

      Janeiro é quente mesmo, mas como vivo no Rio, qualquer temperatura pra mim é mais amena rs.
      Rodízio de galeto do Nonno Mio é bom demais! 😊 Casa di Paolo não conheço. 😉
      Bjs

  • Amilton
    10 dez 2016

    Ótimas dicas! Anotei tudinho aqui, em breve vou fazer um passeio em Gramado e espero experimentar muitas gostosuras pela cidade.

    • Flávia March
      10 dez 2016

      Gramado é tudo de bom! Não deixe de provar o chocolate quente da Caracol!
      😉

  • Itamar Japa
    09 dez 2016

    Uau, excelentes dicas! Tá tudo anotadinho pra próxima vez que a gente for lá. 🙂

    • Flávia March
      10 dez 2016

      Show!😊
      Gramado é tudo de bom!!

  • Kellen Bittencourt
    09 dez 2016

    Passamos o natal de 2012 em um restaurante de Gramado, não me lembro o nome mas era um restaurante muito estrelado rsrsrs, acho que foi a conta mais cara que pagamos em um restaurante na nossa vida haha, mas sem duvida foi uma ceia digna de filme rsrs! Muito bacana seu post! Gramado é uma delicia em todos os sentidos! Abraçoss

    • Flávia March
      09 dez 2016

      Momentos especiais que a gente não pode ter sempre, mas quando tem, aquilo fica na memória, né?
      Fiquei curiosa com o restaurante, sempre separo uma parte do meu orçamento nas viagens para conhecer um restaurante especial. Amo gastronomia!
      Volte sempre!
      🙂

  • Mariana Bueno
    09 dez 2016

    Um dos destinos onde comi as melhores comidas foi Gramado. E as maiores quantidades tbm, pq era irresistível ehehehe Saí rolando, mas feliiiiz! Tudo delícia demais.

    • Flávia March
      09 dez 2016

      Às vezes eu nem consigo sentir fome na cidade. Não dá tempo. Também saio “rolando” e feliz dos lugares! kkk

  • Caren Sales
    09 dez 2016

    Já vou deixar esse post aqui como favorito!
    Tenho muita vontade de conhecer Gramado…!

    Amei muito o post <3

    • Flávia March
      09 dez 2016

      Brigada, Caren!
      Volte sempre! 🙂

  • carlos frederico march
    08 jul 2016

    Os restaurantes citados são top, apesar de ter restrições quanto ao Pastasciutta. Dos mesmos donos sempre dei preferência (nas 18 vezes em que já fomos a Gramado) ao Bistrô Brillat (na Rua Coberta), Il Piacere e até ao Divino, junto à Igreja de S. Pedro. No Pastasciutta recomendo apenas o filé à parmegiana, muito sabroso.

    Infelizmente parei de frequentar o Bistrô e não foi por causa da culinária. O atendimento tem ficado menos cuidadoso (os melhores garçons são frequentemente deslocados para outras casas da rede) e tem a maldita música ao vivo, agora toda noite! Não que outros restaurantes não tenham, mas a do Bistrot é MPB. Só me faltava viajar para desfrutar de terras sulinas e continuar a ouvir música do Rio…

    Outros restaurantes da cidade merecem destaque, mesmo alguns que nunca frequentei – como o Belle Du Valais, que reputam ter a melhor fondue da cidade. Nós costumamos comer a do Chalet de la Fondue, na mesma avenida das Hortênsias. Como nunca comi no Belle, considero a do Chalet a melhor fondue de carne do país! Com direito a molho vinagrete e farofa, ao melhor estilo gaúcho!

    Recomendaria a Gasthaus Edelweiss (junto ao Lago Negro) sem susto. Como diversas casas da cidade, oferece traslado gratuito de ida e volta a partir do hotel em que você estiver. Consulte sempre antes de sair, para não gastar táxi à toa.

    O Nonno Mio (quase junto à Rodoviária) e a Casa di Paolo servem rodízios coloniais de primeira, com galetos saborosíssimos. Lá tem sagu ao vinho com creme na sobremesa!

    A mais recente descoberta foi o La Divina, entre Il Piacere e Pastasciutta – Av. Borges de Medeiros vindo da praça das Bandeiras, quase em frente ao Nonno Mio. Seu proprietário é o Diego, ex-gerente da rede Pastasciutta/Bistrot/Piacere/etc. Não bastasse o atendimento diferenciado, a comida é excelente e o rapaz que toca violão tem um repertório amplo como o mundo e não incomoda de jeito algum (acabei de comentar acima que sou afetado por esse pormenor).

    Decerto gosto não se discute e Gramado tem centenas de opções culinárias, e nem falamos de inúmeros restaurantes recomendados em Canela, a 7km dali. Prepare o estômago e esqueça a balança! Vai voltar rolando!

    • Flávia March
      08 jul 2016

      Eu acho o Pastasciutta “acolhedor”, tive apenas uma experiência lá que não foi tão boa. Almoço com restaurante lotado demais, o atendimento não foi o mesmo, e a escolha do prato poderia ter sido melhor.
      Mas não desisti e voltei lá outra vez, pois foi um lugar que me marcou muito na minha primeira ida com o Felipe em 2008.
      Dessa última vez, comi uma clássica lasanha à bolognesa e estava muito saborosa e suculenta! Eu adoro aquela decoração, e o filé à parmegiana realmente é muito bom!!
      Eu fui ao Pastasciutta 4 vezes e, talvez pela minha fixação por massas, eu o tenho como um dos meus preferidos.

      O Belle Du Valais está na minha lista, acredito que deva ser muito bom, apesar do preço ser um pouco acima do que eu acho que devo pagar em um fondue.
      Mas eu ainda vou conhecê-lo! Também amo o Chalé de La Fondue, em termos de fondue é, para mim, também o melhor. 🙂

      O Gabriel meu amigo também falou do Gasthaus Edelweiss e amei pelas fotos. Mais um motivo para voltar a Gramado!

      O Nonno Mio e o Chalé de La Fondue iam ser citados nesse post, mas eu resolvi colocar os que (na minha lista) são o top do top. Mistura de culinária boa com decoração especial.
      Eu falarei deles num próximo post sobre Gramado, onde pretendo citar os outros restaurantes (e também cafés) que eu aprecio na cidade. E claro que vou falar do sagu (inclusive já separei a foto)! hehehe O melhor galeto, para mim, é o do restaurante Maria Valduga, em Bento Gonçalves. O local reúne sabor e beleza, e talvez por isso eu tenha desistido de incluir o Nonno Mio na minha lista dos “top do top”, pois apesar do local ser legal, acho que falta um plus nos ambientes.

      Eu gosto bastante do Bistrô Brillat, mas gosto também da música ao vivo de lá hehehe. Porém, entendo que gosto musical é bem subjetivo… Sentar num local que você não curte a música é complicado mesmo.
      Gostei também do repertório do músico do La Divina, como você citou. Talvez numa próxima ida eu experimente um prato à la carte. Também tem as charmosas cadeiras de pelinhos na parte externa.

      Realmente, é quase impossível sentir fome em Gramado. A gente come por esporte! hahaha

      Beijos.

      • carlos frederico march
        09 jul 2016

        Pegou pesado!
        O rodízio colonial do Maria Valduga, um dos restaurantes da Villa Valduga no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves, é o melhor que eu já degustei na vida!

        Já fiquei hospedado 2 vezes na Villa para participar da Festa da Vindima (2011 e 2013), além daquela vez em que fomos juntos só para almoçar lá (maio/2014). Já comi muuuuito galeto no Maria Valduga (rs rs). Não bastasse a qualidade da refeição, na Villa você pode pedir à mesa qualquer vinho ou espumante fabricado pela Vinícola Casa Valduga a preço de mercado, sem a sobretaxa usual de restaurantes. Beleza!
        Ah, sim… Na Villa não se serve cerveja. Nenhuma!

        • Flávia March
          09 jul 2016

          Hahahahahah quem sabe futuramente uma viagem para as vinícolas…
          Saudade desse galeto do Maria Valduga!!
          Taí… Daria um belo post!
          Hoje nesse friozinho de 13 graus em Petrópolis, eu me pergunto o p q nasci no Rio 40 graus… Kkk.
          Lembro tanto daquele sagu tb. Aquele dia foi legal, degustação na Miolo, almoço no Maria Valduga e “sobremesa” na Chandon!! Hehe

          Bjs

      • Gabriel de Souza
        08 nov 2016

        Olha eu no comentário!!! =)

        • Flávia March
          08 nov 2016

          hahaha batendo ponto!
          😀
          Volte + vezes!!

  • Thaís Thomazini
    08 jul 2016

    Buáaa quero Gramadooo!!! Inveja branca dos seus pais que praticamente são moradores de lá! Rs. Bom, tenho 35 anos e já fui 2x, acho que dá tempo de ir mais 18 vezes né?! Kkk

    Adorei as dicas, já estão super anotadas aqui! O PastasCiutta meu primo deu a dica quando fui pela segunda vez, mas não deu tempo de ir, da próxima eu vou com certeza!!! O Bouquet Garni eu fiquei super curiosa, é lindo demais!! Acho que a gente iria brigar, porque eu também moraria no banheiro! Kkkk. Dei uma olhada no site (obrigada pelos links, ajudam muito!) e fiquei com água na boca! E no Hotel Ritta mesmo que não me hospede da próxima vez, pelo menos o chá da tarde tenho que aproveitar. E esse mousse? É uma ofensa heim, desnecessário colocar a foto dele.. aff! Rs. Aliás essa foto da sobremesa de morango está sensacional, parabéns!! 🙂

    Bjs!!

    • Flávia March
      08 jul 2016

      Oie!
      Não vai ter briga no hall do banheiro do Bouquet Garni, pois se você reparar na foto, tem 2 cadeiras lá! hahaha 😛
      Gramado é tudo, né… Quem sabe não iremos morar no sul algum dia. Aí vai ficar mais quebrar o recorde de idas até lá! kkk
      Dou a maior força para o chá da tarde porque sei que você também adora essas coisas. O ambiente é lindo, aconchegante, perfeito para a ocasião. Um simples café com leite tem um gostinho especial.
      O Pastasciutta me ganha pelo conjunto, porque acho muito legal aquela decoração toda italiana. O meu último prato lá foi uma lasanha maravilhosa e suculenta!
      Pensei em colocar a foto dela, mas achei que ela não saiu tão fotogênica rs.

      Só consigo pensar em uma coisa… Preciso voltar!

      Bjssss

  • Mary March
    07 jul 2016

    Opa errei!Vou pela décima nona vez!Bjos.

    • Flávia March
      08 jul 2016

      hahaha mas daqui a pouco você já vai pela vigésima nona vez mesmo! 😀

  • Mary March
    07 jul 2016

    Conheço os três restaurantes!Gramado é tudo de bom!Não vejo a hora de ir pela vigésima nona vez kkk.Amo Gramado e adoro seus posts.Bjão.

    • Flávia March
      08 jul 2016

      🙂 🙂 🙂
      Voltaremos sempre!

  • rodrigo
    07 jul 2016

    Fui em três aí da sua lista. Já comi um bacalhau no Brillat mto bom!

    • Flávia March
      07 jul 2016

      Eu gosto muito do Brillat! 🙂

  • Ingrid
    06 jul 2016

    Fiquei com vontade de comer tuuuudo!!

    • Flávia March
      06 jul 2016

      hahaha e eu também, tuuudo de novo!
      😛